Confira a conturbada infância da princesa Diana no Palácio

ANÚNCIO

Membro da Família Real Britânica, a princesa Diana de Gales deixou a humanidade um legado memorial que se estende ao prêmio Nobel da Paz, uma vez que a Lady Di, como ficou mais conhecida atuava como filantropa. Apesar de uma aparente vida de luxos, a princesa aparentemente vivia na sombra de uma infância conturbada.

Diana é a quinta filha do casal John Spencer e Frances Ruth Roche que oficializaram sua união em 1954, com a presença ilustre da monarca Elizabeth II. A criança que cresceu nos holofotes da aristocracia britânica e se transformou em um ícone da beleza e de ajuda em causas sociais cresceu em um ambiente de grandes desavenças familiares, e mais tarde em sua própria vida conjugal.

ANÚNCIO

Os pais de Diana rotineiramente discutiam, até que em 1969 oficializaram o divórcio, quando a princesa contava apenas 7 anos de idade. Em seguida, a criança foi morar com a mãe, bem distante do endereço de Spencer. Em um Natal, o pai se recusou a levar Diana e seus irmãos para junto de Frances, o que gerou uma longa disputa da custódia de ambos.

Confira a conturbada infância da princesa Diana no Palácio
Fonte: (Reprodução/Internet)

Herança real não foi capaz de amparar as angústias

A família de Diana era bem próspera, Spencer, seu pai se consolidou na elite britânica, sobretudo porque já contava com uma herança longínqua dos seus antepassados na criação de ovelhas. Em 1975 a menina recebeu o título de princesa.

Diana cresceu em um cenário de regalias com mais três irmãs e o seu irmão Charles. De acordo com pessoas que viveram próximas à princesa, ela cresceu em um ambiente seguro, era risonha e obediente, além de ser a ‘preferida do pai. Charles, no entanto, já chegou a declarar que a infância de Diana foi infeliz.

ANÚNCIO

Para ele a separação dos pais afetou muito o emocional dela. Mas também enfatiza que toda a família ficou desnorteada ao saber que Frances iria se casar com outro homem, ao qual ela já tinha um caso e com quem fugiu. Assim, Charles e Diana viveram um sentimento de abandono, conforme julga o irmão.

Confira a conturbada infância da princesa Diana no Palácio
Fonte: (Reprodução/Internet)

Luta judicial pela custódia e matrimônio frustrado

Charles Spencer acredita que por terem idades aproximadas, Diana acabou se tornando a pessoa mais próxima quando os pais de ambos decidiram lutar pelas suas guardas na justiça. A justiça decidiu que os dois deveriam ficar com o pai, mas Diana pensou que a mãe a havia abandonado e ficou esperando que um dia retornasse ao seu encontro.

“Ela costumava esperar na porta pela mãe, mas Frances nunca apareceu”, revelou Charles.

Na adolescência, Diana foi retirada do orfanato onde estudava por conta das ‘péssimas’ notas, e em seguida foi para um centro de educação exclusivo para meninas. Conheceu seu futuro marido o príncipe Charles por volta de 1978, quando ele era namorado de sua irmã Sarah.

Ela e o príncipe oficializaram a união em 1981 e a vida de casal foi cercada de desentendimentos, posto que Diana desconfiava das frequentes ausências de Charles, as quais as fazia sentir muito solitária. Em 1992 após longa crise ambos se divorciaram e Diana perdeu o título de ‘Sua Alteza’.