As histórias dos Irmãos Grimm que não foram adaptadas pela Disney por serem ‘macabras’

ANÚNCIO

As famosas obras compiladas de Jacob Ludwig e Wilhelm Karl, mais conhecidos como irmãos Grimm, já são contadas há mais de duzentos anos e se tornaram incrivelmente populares entre as gerações.

Os irmãos nascidos em um condado, na Alemanha, dedicaram grande parte de suas vidas a criar fábulas infantis, as quais ganharam notoriedade. Mais tarde foram traduzidas em mais de 160 idiomas e ganharam adaptações no cinema, como Maria e João, A Bela Adormecida, Cinderela e etc.

ANÚNCIO

Mas nem todos os trabalhos dos irmãos Grimm foram parar nas telonas pela produtora Disney, já que muitos deles apresentam enredos cercados de violência e vinganças, temas considerados macabros para o público infantil.

As histórias dos Irmãos Grimm que não foram adaptadas pela Disney por serem ‘macabras’
Fonte: (Reprodução/Internet)

Irmãos Grimm foram grandes nomes do romantismo alemão

Por volta do século XVIII e XIX os irmãos Grimm revolucionaram o cenário literário alemão com a criação e divulgação de seus contos. Com foco no folclore, religião e cultura dos germânicos, ambos legaram verdadeiros clássicos à humanidade.

Viveram a vida toda juntos, o talento de Jacob e Wilhelm foi descoberto por um professor no tempo em que os dois estudavam direito. A avidez com que devoravam livros chamou a atenção do mestre que logo recomendou textos que contribuíram para a formação dos Grimm.

ANÚNCIO

Então, não sem boas influências se alicerçaram as fábulas que nos chegaram nos tempos atuais. Durante as guerras napoleônicas, ambos irmãos desempregados, passaram a escrever em conjunto os primeiros contos com o seu sobrenome.

Disney readaptou muitas história dos Grimm

A companhia Disney aproveitou muitos contos e histórias dos irmãos Grimm para adaptá-las ao cinema. Uma das mais famosas “A Branca de Neve e os Sete Anões” ganhou uma versão mais ‘suave’, assim como a trama de “Chapeuzinho Vermelho”.

As histórias dos Irmãos Grimm que não foram adaptadas pela Disney por serem ‘macabras’
Fonte: (Reprodução/Internet)

Em detrimento da lista abaixo dos contos mais conhecidos, as histórias mais macabras dos Grimm são em boa parte desconhecidas da cultura popular:

  • Branca de Neve os Sete Anões (primeira adaptação 1937);
  • O caçador e a Rainha do Gelo (2016);
  • Caminhos da Floresta (2014);
  • Cinderela (primeira adaptação 1950);
  • João e Maria (1932);
  • O Pequeno Polegar (1958);
  • Malévola (2014);
  • Bela Adormecida (1959);
  • O Príncipe Encantado (1986);
  • Enrolados/Rapunzel (2010).

Contos sombrios dos Grimm

Como já destacado, muitas histórias escritas pelos Grimm que foram baseadas em folclores dos germânicos. Sobretudo, não são tão “apropriadas” para o público infantil, assim sendo conhecidas apenas pelos amantes das obras dos autores.

Os Mensageiros da Morte

O conto de fadas “Die Boten des Todes” em tradução “Os Mensageiros da Morte” é um dos exemplos de histórias sombrias dos Grimm. Que acontece quando a morte vem visitar e buscar um monstro e por ele é espancada.

Um jovem auxilia na recuperação da entidade, que grata promete devolver a ajuda avisando a hora da morte do mesmo. Quando o homem está próximo ao fim, a morte aparece para cumprir sua responsabilidade.

No entanto, o homem insatisfeito acusa a mesma por não ter fornecido o aviso prometido, mas a morte objeta dizendo que mandou muitos avisos, a doença, o sono constante e as rugas na pele, assim o homem entende e aceita de bom grado seu destino.

Rumpelstichen

Outro conto dos irmãos Grimm apontado como sombrio é o da espécie poltergeist Rumpelstichen, que foi criado após revisões do conto em edições anteriores. O duende anão é caracterizado como arteiro, que tem a capacidade de mover objetos.

Quando o nome Rumpelstichen é mencionado na história algo muito ruim acontece, caso lhe seja pedido alguma coisa. Em troca o que ele pede deve ser cumprido, ou consequências terríveis serão aplicadas como vingança.

A madrinha morte

Mais uma vez a morte é protagonista da história assombrosa dos Grimm, que narra a passagem de um pai miserável com 12 filhos para criar. Ao nascer o seu 13º filho, o homem decide achar uma madrinha para o recém-nascido.

As histórias dos Irmãos Grimm que não foram adaptadas pela Disney por serem ‘macabras’
Fonte: (Reprodução/Internet)

Na floresta, encontra Deus e recusa sua proposta por ser ele o executor das sentenças de sofrimento no pós-vida. Encontrou também ao Diabo, que recebeu uma negativa por saber que este engana o mundo com suas promessas.

Apenas a morte, como capaz de atingir a todos sem distinção, foi aceita como madrinha do menino. A ele foi prometido ser um grande médico, e assim sucede em sua juventude. A morte o acompanhava a cada paciente. Em um trato, ele prometeu avisar o jovem médico a cada vez que não restava opções e ao moribundo.

Quando se postava ao lado da cama do doente nada podia ser feito, mas se permanecesse ao lado da cabeça, então uma erva curativa poderia ser administrada. A capacidade de adivinhar o destino das pessoas fez do médico o mais reconhecido e notório de sua região.

Mas em uma ocasião ele desrespeitou a morte por pena do rei, mudando a cama de posição e posicionando-a no sentido em que a cabeça do paciente ficasse na direção da morte.

Na primeira vez, a morte o perdoou, mas foi avisado que sua vida seria extinta caso se repetisse o feito. Infelizmente o médico, ao se apaixonar pela doente que tratava, desrespeitou a madrinha mais uma vez e pagou com sua própria vida.

As Três Folhas da Serpente

Nesta história temos uma jovem sem muita sorte no amor, porque havia feito a promessa de que ao se casar caso morresse primeiro levaria o amado junto. Um corajoso soldado aceita se casar com ela. Por um tempo foram um casal feliz, mas ao se aproximar da sua morte, a princesa o lembra da promessa.

Quando doente, o herói se arrepende da escolha, mas não há mais como voltar atrás, ele é preso em uma câmara junto a esposa com poucos recursos para sobrevivência, isto é, apenas quatro pães e quatro garrafas de vinho.

As histórias dos Irmãos Grimm que não foram adaptadas pela Disney por serem ‘macabras’
Fonte: (Reprodução/Internet)

Misteriosamente uma cobra aparece no recinto e ele rapidamente a corta em pedaços com sua espada, mas outra torna a aparecer portando uma erva na boca, essa erva cura a outra cobra. Assim, o jovem descobre uma forma de salvar a si e sua esposa.

Quando fora de perigo, a princesa se apaixona por outro homem e planeja a morte do atual marido, mas o jovem soldado consegue sobreviver apesar de tudo, e no final descobre a sua traição, ordenando uma sentença de morte em chamas para a princesa e seu amante.