Episódios violentos de ataques e invasão ao Capitólio dos EUA

ANÚNCIO

Na última quarta-feira (06) apoiadores do governo de Donald Trump promoveram uma invasão ao Capitólio em Washington, nos EUA. O episódio levou caos à sede do Congresso.  Ao total já foram identificadas cinco vítimas fatais do episódio.

O confronto entre extremistas e agentes de segurança põe em xeque a segurança do local, ensejando investigações para punição exemplar e rigorosa dos suspeitos do prédio.

ANÚNCIO

Entretanto, essa não é a primeira vez que o Capitólio é atacado, há 200 anos tropas inglesas em guerra invadiram e provocaram incêndios. Também há registros de ataques durante os anos de 1814, 1954 e 1983.

Episódios violentos de ataques e invasão ao Capitólio dos EUA
Fonte: (Reprodução/Internet)

O fatídico dia 06 de janeiro de 2021

O ataque no Capitólio no início deste ano entra para a história como um marco de violência na sede do poder norte-americana. A imprensa chega a apontar o incentivo de Trump para o desenrolar da invasão, que contava com apoiadores republicanos.

Quando se sucedeu o ataque o Congresso realizava a usual contagem de votos das eleições presidenciais. Neste momento senadores e deputados leem os nomes e simbolicamente oficializam o processo eleitoral. 

ANÚNCIO

Com Donald Trump derrotado e as acusações de fraude constantes, manifestantes se reuniram nos arredores do Capitólio para protestar. Quando a sessão estava acontecendo, a multidão conseguiu furar a segurança e adentrar ao prédio de forma desordeira. 

Dentro do local, os extremistas cometeram saques e destruição do espaço. Muitas ficaram feridas e algumas foram baleadas, como uma manifestante que tentava arrombar uma porta, ela não resistiu. Ao final, mais de 80 pessoas foram presas.

Episódios violentos de ataques e invasão ao Capitólio dos EUA
Fonte: (Reprodução/Internet)

Outros episódios lamentáveis de violência no Capitólio

O primeiro registro de ataque data de 1814 quando o prédio ainda estava em fase de construção. Na época, o Reino Unido estava promovendo uma guerra que já perdurava por três anos contra os EUA. Na Guerra Anglo-Americana, resquícios da Independência norte-americana, soldados britânicos atearam fogo ao prédio. 

Após a danificação do edifício foram necessários cerca de cinco anos para a reconstrução do mesmo. Existem dúvidas quanto ao número de feridos e mortos durante o episódio. 

Bombas, caos e mais ataques

Em 1915, 1971 e 1983 ocorreram novos ataques levando caos ao Capitólio. Neste caso a destruição veio por meio de bombas. Durante 1915 Erich Muenter, foi o responsável pela explosão de três explosivos na sala do Senado. Felizmente ninguém saiu ferido.

Muenter relatou aversão aos apoio aos alemães, isto é, fornecendo armas e equipamentos de guerra. Em 1971, o Senado foi novamente vítima de bomba, dessa vez de uma organização esquerdista. Em 1983 o ataque foi nas imediações do local, afetando mais uma vez a sua estrutura. 

Uma facção de Porto Rico, em 1954 invadiu o Capitólio e abriu fogo contra representantes da Câmara, protestando  a favor da independência da ilha. Eles foram condenados a 75 anos de prisão, sendo perdoados mais tarde pelo presidente Jimmy Carter e liberados da pena.

Atentado 11 de setembro também tinha Capitólio como alvo

Episódios violentos de ataques e invasão ao Capitólio dos EUA
Fonte: (Reprodução/Internet)

Além das investidas anteriores, o Capitólio também é apontado como alvo dos atentados de 11 de setembro. No entanto, esse ataque não foi posto em execução, mas se especula a intenção dos terroristas como ponto principal, além da Casa Branca.