Como mandar menos e-mails pode ajudar o planeta Terra?

ANÚNCIO

Um simples e cordial “obrigado” para responder um e-mail enviado pode consumir muita energia. Essa é a afirmação com o qual pesquisadores britânicos chegaram após avaliar os impactos ambientais do hábito de mandar grandes quantidades de e-mails todos os dias.

Segundo menciona o jornal Financial Times, no futuro existirá um encorajamento para que nós possamos enviar menos e-mails com poucas palavras. Essa atitude pode ser primordial para ajudar o planeta Terra, já que poderia reduzir o consumo de carbono.

ANÚNCIO

Quando um indivíduo envia uma mensagem eletrônica com apenas uma linha consome tanta energia quanto um composto de muitos caracteres. A empresa de eletricidade renovável da Inglaterra Ovo Energy, acredita que a mudança de hábito entre a população pode economizar toneladas de carbonos que podem ser empregadas em outras atividades.

Como mandar menos e-mails pode ajudar o planeta Terra?
Fonte: (Reprodução/Internet)

Um e-mail e uma cadeia, tudo se soma

No momento em que alguém clica em ‘enviar’ um e-mail uma cadeia de acontecimentos é percorrida até que ele seja de fato entregue ao remetente. Na Inglaterra onde a pesquisa está sendo desenvolvida, o correio eletrônico primeiro atravessa uma extensão de cabos até alcançar grandes caixas de energia que se localizam nas esquinas das casas.

Dessas caixas o e-mail chegará em sua próxima etapa ao centro de dados de operadores licenciadas para controlar dados. Dentro dessa infraestrutura todas as etapas só acontecem porque existe um grande consumo de eletricidade. Portanto, é dessa forma que pode ocorrer problemas ambientais.

ANÚNCIO

O meio ambiente pode ser menos impactado com menos envios?

De acordo com o especialista britânico em sustentabilidade Chris Preist o impacto da emissão de carbono ainda que estimado em toneladas por ano não garante um número equivalente, para ele é apenas um ‘respingo no lago’. Assim, infere-se que a quantidade de energia dispendida no envio de um e-mail entre milhares de cidadãos é bem maior.

Esse número é tão grande que a Ovo Energy chegou a divulgar a possibilidade dessa energia toda ter sido revertida para a realização de milhares de voos na Europa. No cálculo para chegar a um número de gasto por e-mail todo o processo é considerado.

Como mandar menos e-mails pode ajudar o planeta Terra?
Fonte: (Reprodução/Internet)

Para Preist não basta enviar menos e-mails, uma vez que o uso de tecnologias por si só já consome muita energia, enviar menos e-mails pode apenas reduzir uma pequena parcela do volume de carbono na atmosfera. A atenção deve sim ser redobrada com grandes plataformas digitais que possuem armazenamento em nuvem e consomem mais energia.