Bruxas de Guaratuba: crime que despertou horror no Brasil vai ganhar série na Globoplay

ANÚNCIO

Em 1992 um crime chocou o país. O corpo de um menino de apenas seis anos foi encontrado em um matagal em Garatuba, um município do Paraná, extremamente mutilado. Faltava-lhe vísceras como o coração e também os seus pés e mãos.

A ré Beatriz Abagge e sua mãe Celina Abagge foram acusadas formalmente pelo crime. A promotoria indiciou ambas por delito ritual, quando se utiliza um corpo para realizar algum tipo de ritual de magia negra. Em um dos mais longos julgamentos da história, foram inocentadas, porém o caso foi reaberto em 2011.

ANÚNCIO

O caso Evandro, mais tarde denominado também de “as bruxas de Guaratuba” continua sem respostas conclusivas e foi explorado pelo jornalista Ivan Mizanzuk em uma coletânea de podcasts. Com a mesma proposta, a Globoplay pretende explorar o caso em formato de série.

Bruxas de Guaratuba: crime que despertou horror no Brasil vai ganhar série na Globoplay

28 anos depois o mistério permanece 

Ivan Mizanzuk, usou um tom investigativo em seu material do caso, mais tarde batizado de Projetos Humanos, tornou-se um dos mais baixados em termos de conteúdo narrativo. Em formato de podcasts reúne diversos episódios que mencionam o caso Evandro.

Dentre as controvérsias do projeto de Mizanzuk está a alegação, mais tarde provada pelo jornalista, de que pessoas foram impunemente torturadas para confessar um crime que não cometeram, com suposto aval do Ministério Público responsável  pela investigação do caso na época.

ANÚNCIO

O mistério do crime Evandro é tão forte quanto o horror que causou, uma vez que até a identidade do menino encontrado em 1992 foi questionada pela defesa das réus, sendo mais tarde confirmado por um exame de DNA conclusivo. A perícia chegou a questionar também a acusação de magia negra, o qual estava sendo apontada sem uma investigação minuciosa.

Série reconta o impacto do crime na justiça brasileira

De direção de AlyMuritiba e Michelle Chevrand, a série que reconta o crime das Bruxas de Guaratuba entrará no catálogo da GloboPlay em breve, muito mais focada no impacto que o sistema de justiça brasileiro sofreu com a investigação do caso. Evandro foi encontrado em abril de 1992 sem órgãos e com pernas braços amputados, além da ausência do couro cabeludo.

Os diretores também pretendem explorar os arquivos de áudio de Mizanzuk para conferir mais autenticidade ao cunho jornalístico que pretende narrar a história, explorando os acusados e a possível prática de bruxaria. Até hoje o crime permanece sem culpados conclusivos e quanto mais se levanta sobre o assunto, mais perguntas surgem.