Pesquisadores acham ossos e ferramentas de caçadores no Peru de 9 mil anos atrás

ANÚNCIO

Recentemente, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Califórnia, juntamente à Universidade do Arizona, acharam restos humanos no sítio montanhoso andino de Wilamaya Patjxa, no Peru. 

Segundo os cientistas, os restos dos fósseis podem ter pertencido à uma caçadora há cerca de 9 mil anos, sendo enterrada com um kit de ferramentas para caça. Os arqueólogos acharam os ossos junto com possíveis ferramentas de pontas. 

ANÚNCIO

O estudo foi publicado na revista Science Magazine. De acordo com eles, os utensílios são possíveis projéteis de artefatos para processamentos de animais, que eram utilizados para facilitar o consumo de carne pelos humanos. 

Pesquisadores acham ossos e ferramentas de caçadores  no Peru de 9 mil anos atrás
Fonte: (Reprodução/Internet)

Fóssil feminino é encontrado junto com ferramentas

Durante a pesquisa, uma série de análises osteológicas, isotópicas, proteômicas e paleontológicas foram realizadas para maiores informações dos itens achados. Com isso, foi concluído que a caçadora já era uma mulher jovem-adulta, com uma dieta baseada em plantas e animais terrestres. 

Por fim, os estudantes apontaram que a descoberta derruba os pensamentos machistas sobre as mulheres atualmente. Suposições antigas dentro da literatura antropológica sobre a divisão de trabalho por gênero em antigas sociedades de caçadores-coletores. 

ANÚNCIO

“As primeiras caçadas em grandes jogos eram provavelmente neutras em termos de gênero”, explicou o arqueólogo Randy Haas, da Universidade da Califórnia.

Descoberta de fóssil perfeitamente conservado na Noruega  

Descobertas de fósseis enterrados não são inéditas, já que vários grupos de arqueólogos dedicam suas vidas para isso. Diante disso, também foi descoberto um fóssil perfeitamente preservado na Noruega com idade de aproximadamente 700 a.C

Pesquisadores acham ossos e ferramentas de caçadores  no Peru de 9 mil anos atrás
Fonte: (Reprodução/Internet)

A descoberta ocorreu em agosto desse ano, e o fêmur foi o primeiro osso a ser encontrado. Durante a escavação, os arqueólogos encontraram o restante dos ossos um pouco baixo do lugar onde o fêmur foi encontrado. De acordo com o portal Life in Norway, o túmulo foi construído na época em que as pessoas eram enterradas nas suas próprias fazendas. 

Outra descoberta no Peru foram desenhos em montanhas do deserto de Nazca, a 300km de Lima. As figuras foram encontradas pro arqueólogos que também descobriram desenhos milenares semelhantes a gatos com cerca de dois mil anos.