Serotonina: Função, e como melhorar no seu dia a dia.

ANÚNCIO

A serotonina é um neurotransmissor extremamente importante para a nossa saúde. É ele que nos dá uma sensação de bem-estar, melhora o nosso humor e oferece diversos outros benefícios. Pessoas com depressão, por exemplo, costumam apresentar uma baixa produção de serotonina e isso precisa ser ajustado por meio do uso de medicamentos.

Vamos saber um pouco mais sobre essa substância, seus benefícios, os problemas que a sua deficiência pode causar, dentre outros aspectos relevantes.

ANÚNCIO

As funções da serotonina no nosso organismo

1. Oferece sensação de saciedade

Se você está querendo perder alguns quilos ou mesmo manter a boa forma, aumentar a produção de serotonina pelo organismo é uma ótima opção. Essa relação, entre a serotonina e a saciedade, ocorre no hipotálamo.

Quando a quantidade está adequada no cérebro, o indivíduo se alimenta normalmente, de acordo com o seu ritmo de vida e com o funcionamento do corpo. Porém, no momento em que a serotonina  cai, ele começa a buscar doces e outras guloseimas como um tipo de compensação. Essa é uma situação bastante comum na verdade e esse pode ser o seu problema.

2. Ajuda a reduzir os sintomas da TPM

Há também a hipótese de que a baixa produção de serotonina está ligada aos sintomas da TPM. Além dos sintomas comuns como irritação, ainda há uma relação com as cólicas. A falta desse hormônio aumenta as contrações uterinas responsáveis pelas dores durante a menstruação. Os remédios que equilibram os níveis de serotonina no organismo também podem ser utilizadas para os casos de TPM.

ANÚNCIO

3. Regula o sono

Esse é outro ponto da nossa saúde que pode ser seriamente afetado pela falta de serotonina no organismo. Esse neurotransmissor é um dos responsáveis pelo nosso estado de vigília, ou seja, é o que nos deixa em estado de alerta e conscientes de tudo o que ocorre ao nosso redor.

A substância ajuda na regulação da primeira fase do sono que ocorre quando o sono está mais leve e podemos ser facilmente acordados. Assim, as dificuldades para dormir tendem a diminuir.

4. Melhora a enxaqueca

Em 2016, existiam mais de 400 milhões de pessoas que afirmavam sofrer de enxaqueca. A enxaqueca é uma doença crônica e pode iniciar em um dia calmo e tranquilo, sendo que, apenas o esfregar do tecido na pele, pode ser um sinal para que o cérebro comece a disparar os mecanismos da dor.

Hoje, os inibidores de recaptação de serotonina são uma das medicações mais utilizadas para tratar a enxaqueca. Eles permitem que a serotonina fique mais tempo circulando na corrente sanguínea e assim, ajudam a aliviar as dores provocadas pela enxaqueca.

Outra forma pela qual a serotonina pode melhorar é enxaqueca é por meio da mudança de humor. Em muitos momentos, a dor começa por conta de uma preocupação ou com o estresse do dia a dia. Mas quando os níveis do neurotransmissor estão adequados, dificilmente nos estressamos tanto a ponto de desencadear o problema.

5. Trata a depressão e outros transtornos

Os casos de depressão e demais transtorno como a ansiedade são caracterizados, não pela falta de serotonina, mas sim pelo fato da sua transmissão não acontecer da maneira correta. É exatamente isso que os inibidores seletivos de recaptação de serotonina fazem: eles conseguem deixar uma quantidade maior desse neurotransmissor atuando na fenda sináptica e assim, melhora o humor do indivíduo.

Como conseguir a serotonina

O neurotransmissor pode ser conseguido em alimentos ricos em triptofano, um aminoácido essencial para que a produção de serotonina ocorra dentro do nosso corpo. Outras substâncias como a niacina (vitamina B3) e o magnésio também devem estar em concentrações ótimas para que essa produção aconteça.

Há diversos alimentos nos quais você pode encontrar esse aminoácido: carnes, frutos do mar e peixes, ovos, castanhas, nozes, leguminosas, linhaça, aveia, arroz integral, tofu, chocolate amargo, peru, levedo de cerveja e semente de abóbora.

Outra forma de obter os benefícios da serotonina é tomando medicamentos, porém, nesse caso, é necessário ter passado por um psiquiatra que, após o diagnóstico, prescreverá a substância necessária.

Alimentos que ajudam a melhorar o humor.

Leia Também: 

Noradrenalina: O que é e qual a sua função.

Cortisol: quais os seus malefícios e como reduzir os níveis

Sabia que a Fluoxetina é um desses medicamentos e que ajuda a aumentar os níveis do neurotransmissor no organismo? Saiba mais sobre ela!