Como eu posso saber se um boleto é verdadeiro? Descubra nessas dicas

Nos dias de hoje, uma das mais conhecidas tentativas de golpe no setor financeiro é sobre o boleto bancário falso. Se você não recebeu um boleto que não é verdadeiro, com certeza, conhece alguém próximo que passou por essa situação.

Este conteúdo é interessante porque tem várias dicas que ajudam na identificação de um boleto falso. E é importante saber disso para não cair nesses golpes e pagar uma conta que, na verdade, não existe. Até mesmo porque hoje o boleto ainda é uma forma de pagar contas.

ANÚNCIO
Como eu posso saber se um boleto é verdadeiro? Descubra nessas dicas
Foto: (reprodução/internet)

Para saber tudo e ler essas dicas incríveis sobre boletos falsos, leia:

  • O boleto bancário no Brasil
  • Eu tenho uma conta para pagar por boleto bancário?
  • Por qual meio eu recebi o boleto bancário?
  • Tem como saber se o boleto que eu recebi é falso?
  • Quais os golpes mais comuns do boleto falso?

O boleto bancário no Brasil

O boleto bancário ainda é o queridinho de muitos consumidores brasileiros. Especialmente, aqueles que ainda não estão totalmente confiantes no pagamento digital, seja por PIX ou cartão de crédito. Com base em dados atuais do Banco Central, o boleto só perde para o PIX.

Como eu posso saber se um boleto é verdadeiro? Descubra nessas dicas
Foto: (reprodução/internet)

Em valores, os boletos bancários ficam na terceira posição desse ranking, já que perde também para as TEDs, que são transferências. O valor é de R$ 386 milhões transacionais no mês de março de 2022, o que mostra a força desse tipo de pagamento no Brasil.

Bom, ao mesmo tempo que o número é expressivo e a importância também, os golpistas se basearam nisso para dar os seus golpes. Por isso é tão comum receber os boletos que não são verdadeiros no e-mail, no WhatsApp, por SMS e muito mais nos dias atuais.

O golpe do boleto bancário

Esse tópico é para explicar sobre o golpe do boleto bancário, porém, aqui não tem muito segredo. Afinal, ele nada mais é do que um boleto que parece ser verdadeiro, muito comum, com descrição e códigos de barras. Porém, ele é falso.

A pergunta é como identificar um boleto falso? Existem vários modos para fazer isso. E nós reunimos aqui as dicas que vem da Febraban (Federação Brasileira dos Bancos) e do Serasa, além de opiniões de especialistas cibernéticos.

Por curiosidade, considere que a Febraban diz que durante a pandemia o número de golpes nos boletos bancários cresceu 45%. Assim, cada vez mais os “criminosos” têm aprimorado a sua técnica para enganar as pessoas. Por isso, essas dicas valem muito. Acompanhe!

O que fazer antes de pagar qualquer boleto 

A primeira coisa que a pessoa deve se perguntar é: realmente tem uma conta dessa empresa para pagar por boleto bancário? Isso porque em boa parte das vezes, a pessoa recebe o boleto mesmo não tendo relação com aquele cliente, o que já ajuda nessa identificação.

Como eu posso saber se um boleto é verdadeiro? Descubra nessas dicas
Foto: (reprodução/internet)

Aqui fica a dica para manter as contas organizadas e em dia. isso também ajuda a entender se aquele cliente é seu, se a conta está certa e o formato de pagamento também. Aliás, a próxima dica é: fique atento a data porque esses comuns são mais comuns em Black Friday e Natal.

Mas, levando em conta que a pessoa realmente tenha uma conta a ser paga em boleto bancário com aquela empresa, vamos ao próximo ponto. Agora é hora de avaliar o valor. Então, também pode ser que o boleto venha com valor diferente do seu contrato.

Outros indícios

Assim, aqui também há a indicação de uma possível fraude. Na internet, a gente encontrou vários relatos de pessoas contando que notaram que era golpe a partir dessa informação. “O valor era diferente do meu último boleto verdadeiro”, algumas disseram.

Por qual meio recebeu o boleto bancário?

O mais comum é que os golpes dos boletos aconteçam por e-mail, WhatsApp e SMS. Dessa forma, ainda que possa chegar em casa, por correspondência, saiba que isso é bem menos comum. Já se recebeu por meios digitais, existe uma chance maior de ser golpe.

Como eu posso saber se um boleto é verdadeiro? Descubra nessas dicas
Foto: (reprodução/internet)

Inclusive, o que as empresas de telefonia e outras áreas têm feito para minimizar isso? Senhas. Então, ao receber um boleto da Claro, da Vivo, da Tim e outras empresas por e-mail, a pessoa tem que digitar uma senha para acessar o arquivo. Isso aumenta a proteção cibernética.

Agora, supondo que nesse mês você ainda não tenha recebido o seu boleto de pagamento. O que fazer? O ideal é entrar no aplicativo da empresa ou acessar o site dela para imprimir o boleto por lá. Além disso, chamar a empresa pelo atendimento também vale.

Cuidado

O que não se deve é sair por aí clicando em vários links para tentar encontrar o documento. O fato é que as empresas sempre enviam uma nova via do boleto de modo simples e pelo aplicativo isso é mais seguro. Inclusive, no caso de empresas de telefonia.

Tem como saber se o boleto que eu recebi é falso?

Existem várias dicas que valem muito nessa hora. Tudo vai depender da sua análise, que deve ser criteriosa. Mas, de modo resumido, sim. Dá para saber se um boleto bancário é falso. E a gente vai te ajudar nisso a partir de agora.

Como eu posso saber se um boleto é verdadeiro? Descubra nessas dicas
Foto: (reprodução/internet)

A primeira coisa ao achar que um boleto é falso é avaliar as informações que estão nele. Primeiro, o boleto bancário tem que trazer o número do CNPJ ou CPF do emissor, isto é, da empresa que emitiu ele. Ainda assim, esses dados podem estar certos.

Então, uma próxima dica é avaliar os valores, a data de vencimento, a mudança de letras no nome do beneficiário, a cidade, o símbolo da empresa, etc. Tudo e qualquer detalhe pode trazer uma pequena diferença que indique o golpe. Faça isso.

O código de barras do boleto bancário importa?

Sim, importa sim e também pode ser um indicativo de tentativa de golpe bancário. Logo, existe uma certa sequência que tem que acontecer para os boletos serem confiáveis. Por exemplo, os três primeiros números do código do banco beneficiário

Por exemplo, o código do banco Itaú é o 341, o da Caixa Econômica Federal, do Bradesco é o 237 é o 104 e assim por diante. Esse tipo de informação está disponível no site da Febraban. Depois, tem os números finais do boleto bancário também. 

Nesse caso, eles representam o valor da conta. Dessa forma, se a sua conta é R$ 79,90, então, o boleto deve vir com o final 7990. Em caso contrário, também há chances de ele ser falso. Além disso, boletos falsos tendem a ser “impossíveis de serem lidos” no app do banco.

Quais os golpes mais comuns do boleto falso?

Já chegando ao fim do conteúdo, também vale a pena se atentar para os golpes mais comuns desse tipo, o que ajuda você a não cair neles. Hoje, o mais comum de todos é o que chega pelo e-mail. Nesse caso, os golpistas usam seus dados pessoais para criar cópias de boletos.

Como eu posso saber se um boleto é verdadeiro? Descubra nessas dicas
Foto: (reprodução/internet)

Por isso, esses e-mails são tão parecidos com os reais. Imitam a logo da empresa, os valores e até mesmo o endereço de e-mail para que realmente fiquem idênticos. Além disso, o mais comum do e-mail falso é de boletos de contas domésticas, como telefone ou internet.

Mas, a verdade é que há outros golpes que acontecem no mercado. Por exemplo, o golpe da loja virtual. Assim, vendedores online, que não são reais, se apresentam como de lojas e enviam boletos de cobrança. Obviamente, é um golpe. 

Golpe da doação

Tem ainda o golpe da doação, que também acontece por boleto. Assim, os golpistas usam os momentos de crises para pedir dinheiro em nome de instituições de caridade. Logo, enviam e-mails ou mensagens no celular com o boleto para uma ajuda, o que não é real.

O que fazer se pagou um boleto falso

Essa é a dúvida de 1 milhão de dólares. Se isso aconteceu com você, saiba que agora é hora de ter calma, respirar fundo e seguir os passos indicados pelo Banco Central. Primeiro, comunique o banco que recebeu um boleto fraudado.

Como eu posso saber se um boleto é verdadeiro? Descubra nessas dicas
Foto: (reprodução/internet)

Lembrando que o boleto demora até 3 dias para ser processado. Então, em muitos casos, dá para reverter a situação. Depois, comunique a empresa por trás, como a de telefonia ou a loja. E, por último, faça o boletim de ocorrência.

Isso vai depender muito da situação. Em alguns casos, dá para receber o dinheiro de volta. Em outros casos, não dá. O que o Código de Defesa do Consumidor diz é que o fornecedor de serviços deve responder a reparação dos danos. Porém, nem sempre é fácil conseguir isso.

Registro do Boletim de Ocorrência

Em alguns casos, o ideal é usar o Boletim de Ocorrência para entrar com pedidos de ressarcimento. Isso pode ser feito em órgãos de proteção ao crédito e ao consumidor. Em outras situações, os casos podem ir até para o judiciário.

O que é o DDA

E para finalizar, o DDA. A sigla é de Débito Direto Autorizado e o termo ganhou notoriedade em 2018. Isso porque o Banco Central tornou obrigatório que todos os boletos bancários fossem registrados justamente a fim de dar a eles autenticidade.

Então, através do CPF, pelo aplicativo do banco, a pessoa consegue saber sobre o boleto real. Atualmente, praticamente todos os bancos brasileiros possuem essa função no seu app e mostra todos os boletos registrados no CPF da pessoa. 

ANÚNCIO